rain maker - Costa Rica

não se descreve a chuva. e só se dá por ela quando falta ou cai em demasia. assim é este blog. é, ou não é.

8.28.2005

sinfonia de água







kings-river










tinha os pés na água - a água era fria.

saltava nas pedras e nunca caía

cuidado há baixios! alguém lhe dizia

que queriam dizer ela não sabia

sabia que a água corria corria

era tranparente o fundo se via

tocava nas pedras pura sinfonia

desciam as aves bebiam - bebia

se as aves bebiam que mal lhe faria?

e água de rio é fresca ao meio dia.


havia azeitona que azeite faria

a fábrica abriu foi uma alegria

excepto para o rio que tanto a temia

- despejou nas águas tudo o que não queria -

na hora das aves nem pardal descia.



da água corrente - triste dia a dia -

do rio - sujo agora - sobra a sinfonia.

10 gotas:

Blogger dffdfd deixou estas gotas

Sinfonia da água, das mais belas coisas que ainda deixamos que a natureza nos oferece.

28/8/05 12:02 da manhã  
Blogger wind deixou estas gotas

Vou mergulhar ali:) bjs

28/8/05 1:41 da manhã  
Blogger paper life deixou estas gotas

(se ela mergulha ali bate com a cabeça nas pedras, bate bate!)

Wind, desce um bocadinho o rio e mergulha onde houver uma lagoa de água, tá?

:D

Bjs

28/8/05 1:56 da manhã  
Blogger LUA DE LOBOS deixou estas gotas

Oh Wind atira-te daí que eu atiro-me daqui:))

28/8/05 10:01 da manhã  
Blogger romero deixou estas gotas

cuanto extraño el rio.
recuerdos .... recuerdos mios !

Guste demas :)

Besos

29/8/05 11:02 da manhã  
Blogger batista filho deixou estas gotas

"... sobra a sinfonia"
mas ainda há música, talvez não tão bela, por faltar alguns componentes nessa sinfonia... mas ainda há música... até quando?!
Mui belo amiga, mui belo. Um beijo.

29/8/05 12:00 da tarde  
Blogger B|g EyE F|sH deixou estas gotas

é pena mm é nos dias d hoje quase so sobrarem fotos e sinfonias de lugares assim...

29/8/05 12:12 da tarde  
Blogger wind deixou estas gotas

Bonito poema. Eu bem escrevi que queria andar ali. lololol.bjs

29/8/05 1:47 da tarde  
Blogger jardinière deixou estas gotas

Eu é que agradeço, pela sua visita. Volte sempre, o jardim é público. Um abraço - J.

29/8/05 2:37 da tarde  
Blogger Quem sabe... deixou estas gotas

-Recordo os meus "raids" pelo caminho que leva aos "carris", no Gerez, perto da portela do homem, junto á fronteira com espanha....
Ahhhh...qts cascatas de água...
auténticas lagoas de água fria, onde mergulhavamos vestidos, e qd saía-mos, o tormento de não conseguir quase andar com as calças de ganga que se enregelavam nas pernas...

Mas que bons tempos aqueles...sem nunca (ainda hoje) ficar doente :)

_Adorei o poema...e as memórias que ele me proporcionou :)

29/8/05 4:53 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home