rain maker - Costa Rica

não se descreve a chuva. e só se dá por ela quando falta ou cai em demasia. assim é este blog. é, ou não é.

8.20.2005

Morte ao meio-dia (excerto)

Friedrich_wreck


..............................

O meu país é o que o mar não quer
é o pescador cuspido à praia à luz do dia
pois a areia cresceu e o povo em vão requer
curvado o que de fronte erguida já lhe pertencia.


A minha terra é uma grande estrada
que põe a pedra entre o homem e a mulher
O homem vende a vida e verga sob a enxada
O meu país é o que o mar não quer.


Ruy Belo

4 gotas:

Blogger wind deixou estas gotas

Gosto muito de Ruy Belo e este poema é lindo. beijos

20/8/05 1:50 da manhã  
Blogger batista filho deixou estas gotas

Taí um poeta que já traz no nome o comentário elogioso que ora faço: belo, mui belo!... belo e forte! pois a força que emana desses versos é algo realmente incrível!... sem contar com a imagem bem apropriada!!!

20/8/05 2:48 da manhã  
Blogger Caracolinha deixou estas gotas

LLLLIIINNNDDDOOOOO POEMA !!!!

Obrigada, fiquei a babar !!!!

~:o)

22/8/05 12:47 da tarde  
Blogger Lumife deixou estas gotas

Gostei muito.

Bjs

22/8/05 3:23 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home