rain maker - Costa Rica

não se descreve a chuva. e só se dá por ela quando falta ou cai em demasia. assim é este blog. é, ou não é.

8.02.2005

cuidando que morria


Mark & Esther van Gool


cuidando que partia vestiu-se para a festa.

o caule era tão frágil, que esperar? dera frutos e esses eram fortes doces e suculentos - por isso lhos levaram. mas é assim a vida, que fazer?

cuidaram-na já morta num inverno. deixaram-na de pé como sinal. ela não protestou. não se protesta contra aqueles que não conseguem ver.

ficou então especada e vazia e cuidando ela própria que morria.

mas vestiu-se para a festa. há que ter dignidade no final.

como o fez se a roupagem, de velha, lhe caíra?

pediu ao sol um raio bem vermelho. pediu ao rio que abrandasse o correr para poder espelhar-se. então esticou as raízes até chegar-lhe perto, na ânsia de se ver. e conseguiu.

depois de exausta pelo esforço, refrescou-se apenas, nem se mirou.

a morte tem todo o tempo que há na terra. bem podia esperar que descansasse.

ao outro dia, amanhecia ainda, quando se olhou então pela primeira vez. não entendeu.

cuidando que morria pensou já ter saído da paisagem. é que a árvore que o rio reflectia estava toda replecta de ramagem.

foi o sol quem lhe disse? foi a terra? ou terá sido o rio no seu correr?

- não morreste, estás viva! olha e vê-te.

o raio vermelho do sol a água a terra e o esforço das raízes, tinham salvo uma árvore abandonada por quem levara os frutos, cuidando que morria.

ergueu o frágil tronco e agradeceu.

8 gotas:

Blogger batista filho deixou estas gotas

Ué, cadê o comentário que enviei?!

2/8/05 2:40 da manhã  
Blogger batista filho deixou estas gotas

:)
é a vida
:)
só a vida
:)
por si só
:)
pra ti
:)
pra todos
:)
a vida
:)

:)
um
:)
pequeno
:)
milagre

2/8/05 2:49 da manhã  
Blogger sonhos sonhados deixou estas gotas

kerida Leninha

que texto bonito!

li-o por três vezes
...não porque não entendesse
o que diziam tuas palavras!
..............
........mas...
para que elas
me transportassem
para essa paisagem
onde
"cuidando que partia"
não partiu...
"ergueu o frágil tronco e agradeceu"

muito bom
muito leve
muito mágico
muito natural
muito sério.

beijux létinha.

2/8/05 3:32 da manhã  
Blogger Tania0110 deixou estas gotas

i love the portaits..

2/8/05 4:03 da manhã  
Blogger Tania0110 deixou estas gotas

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

2/8/05 4:08 da manhã  
Blogger wind deixou estas gotas

Lindo poema e bela imagem:) beijos

2/8/05 11:16 da manhã  
Blogger Lumife deixou estas gotas

Com a conjugação de esforços dos amigos tudo se consegue.
Bjs.

2/8/05 2:17 da tarde  
Blogger paper life deixou estas gotas

É isso, Lumife.

Abençoados sejam os Amigos!

:) Um beijo para todos.

2/8/05 5:19 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home